Siga-nos nas Redes:

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

Notícias


O Conselho Federal de Medicina (CFM) revogou hoje (22) a Resolução nº 2.227/2018, que define critérios para prática da telemedicina no País. A decisão foi tomada após pedido das entidades médicas e do alto número de contribuições enviadas por médicos. A SOBED, por meio da diretoria e da Comissão de Ética, Defesa Profissional e Honorários Médicos, atuou para que a medida fosse revogada.

A Sociedade, preocupada com o impactado da resolução para pacientes, endoscopistas e saúde pública no Brasil, externou seu posicionamento com ressalvas ao texto divulgado pelo CFM. Liderado pelo presidente Dr. Jairo Silva Alves, a SOBED trabalhará para que as incorporações de novas tecnologias tenham impactos positivos para o avanço da medicina e no atendimento ao paciente. 

Em posicionamento oficial, o CFM se comprometeu em analisar todas as contribuições de forma criteriosa a fim de entregar uma nova resolução eficaz e que atenda as necessidades da sociedade civil e das entidades de especialidades. A prática da telemedicina no Brasil será mantida pela Resolução CFM nº 1.643/2002, atualmente em vigor. No próximo dia 26, o CFM oficializará e referendará a decisão durante sessão plenária extraordinária em Brasília. 

A SOBED reforça seu compromisso com a incorporação de novas tecnologias que contribuem com a prática médica e qualidade no atendimento ao paciente, sem que tal medida prejudique a atuação de endoscopistas, o paciente e a saúde pública como um todo. 


Confira AQUI posicionamento do Conselho Federal de Medicina.