Siga-nos nas Redes:

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

Releases

Com mais de 500 convidados no Rio Grande do Sul, Simpósio Internacional discutiu novas técnicas em Endoscopia Digestiva

28/03/2014 . Por Vivacom

Evento trouxe debates sobre novas tecnologias ainda não aprovadas no Brasil


Com a presença de mais de 500 especialistas, o VIII Simpósio Internacional de Endoscopia Digestiva da SOBED aconteceu nos dias 21 e 22 de março, em Gramado (RS), e teve como ponto principal de debates novas técnicas para tratamento por endoscopia digestiva já utilizadas em outros países, mas que ainda não foram aplicadas no Brasil por não serem aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANS).

O japonês Takahisa Matsuda, coordenador do National Polyp Study (NPS) do Japão, compartilhou informações fundamentais com os especialistas presentes sobre qual a melhor conduta no momento da detecção de tumores no aparelho digestivo.

Já a experiência dos Estados Unidos foi apresentada por Kenneth Binmoeller, Diretor Médico do Serviço de Endoscopia Intervencionista no California Pacific Medical Center, que discutiu questões sobre o tratamento de lesões no esôfago com radiofrequência, ainda não aprovada pela Anvisa.

Para João Carlos Andreoli, presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), a presença dos palestrantes internacionais trouxe informações que levaram ao debate sobre quais são as melhores condutas para detecção de tumores e outras doenças. "O intercâmbio nos fez perceber a importância ou não de ter desenvolvido em nosso país certos tratamentos que já está sendo implantados no mundo".

O evento contou também com demonstrações ao vivo direto da Harvard Medical School. Os procedimentos foram realizados pelo gastroenterologista reconhecido mundialmente, Ram Chuttani, professor de medicina em Harvard e diretor de Gastroenterologia e Endoscopia Intervencionista no Beth Israel Deaconess Medical Center (Boston).